domingo, 7 de fevereiro de 2016

Animação e segurança marcam a programação do ‘Carnaval de Todos’

Segurança, animação e tradição dão o tom e a cor do ‘Carnaval de Todos’, em São Luís. Governo do Estado e Prefeitura se uniram para resgatar a originalidade do carnaval maranhense, levando para os quatro circuitos oficiais, no Centro da cidade, artistas da terra, blocos afros, alternativos, tradicionais e organizados, tribo de índios, tambor de crioula e escolas de samba. Este ano, nós cinco dias, a festa começa ainda de manhã. O resultado de todos esses elementos é a aprovação dos foliões.

O governador Flávio Dino assegurou que a alegria, com segurança, é a ordem da programação. “O carnaval é um grande sucesso. Nós estamos convictos que, a partir de hoje, todos os circuitos que recebem nosso apoio, nas diferentes regiões do estado, terão uma grande participação popular, e o que é o principal: com muita alegria e com muita segurança. Tivemos um trabalho de estruturação da segurança, agora fortalecida com a presença de 1.500 policiais e a entrega de 81 novas viaturas só este ano”, apontou o governador, na manhã de sábado (6), quando começaram as desfilar os primeiros blocos pelos circuitos.

Este ano, a partir das 11h, começam a desfilar os primeiros blocos e no período da tarde a programação começa às 16h. O mecânico Carlos Augusto acompanhava um bloco alternativo, no sábado, pelas ruas da Madre Deus. “O carnaval em São Luís é maravilhoso. Agora, que é durante o dia é mais seguro, e ainda melhor para quem vai trabalhar cedo no dia seguinte”, opinou o folião. O estudante Jonatas Francisco também aprovou o novo horário. “O carnaval do Maranhão é ótimo! Carnaval de dia, maior segurança”, avaliou.
Com bastante segurança e grande organização, o Carnaval de São Luís está atraindo brincantes de todas as idades. Famílias inteiras se reúnem para curtir a festa. É o caso de Vera Serejo, que levou seu filho, Caio Serejo, de apenas um ano e quatro meses, para a Rua do Passeio, para curtir a primeira folia de momo. “O carnaval está maravilhoso, tem muito policiamento. Tanto é que trouxe meu filho. Está um ambiente bem familiar”, disse Vera.

Samira Guimarães, pedagoga, é uma dessas maranhenses orgulhosas da cultura local e levou toda a família fantasiada de fofão, personagem carnavalesca tradicional do Carnaval do Maranhão, para a Praça da Saudade, na Madre Deus, onde o grupo Sindicato do Samba regia a animação. “A intenção é resgatar a nossa cultura, que é tão bonita. Então, trouxemos a família toda, botamos nosso fofão para dançar o carnaval”, contou.

Apresentações

No sábado gordo de Carnaval, vários blocos e shows de artistas locais passaram pelos quatro circuitos. Desfilaram o grupo de samba Vinagreira do Samba, com a tradicional batucada pandeiros e tambores, a irreverência da Tribo de Índios Tupiniquins, o bloco afro Akomambu, entre tantos outros, revelando a variedade cultural do Maranhão.

O Tambor de Crioula também tem lugar garantido. Três tendas, exclusivamente montadas para apresentações de tambor de crioula, estão espalhados pelo Centro Histórico, recebendo grupos oriundos de todo o estado. Dona Maria Costa, do Tambor Renovação de São Benedito, da cidade de Mirinzal, disse se sentir honrada em participar da festança. “É um prazer, uma honra e uma felicidade enorme estar aqui em São Luís”, destacou a coreira, que se apresentava na tenda Mestre Leonardo, em frente à Casa do Maranhão.

As apresentações se concentraram em quatro circuitos situados no Centro. Os circuitos 1 e 2 são na Madre Deus. O circuito 1, que homenageia ‘Seu Roseno’, começa na Vila Gracinha e termina no Largo do Caroçudo, passando pela Praça da Saudade e pelo canto do Cemitério do Gavião. Já o circuito 2, que tem o nome Antero Viana, inicia na Rua São Pantaleão, passando pelo Largo Santiago e indo até o Ceprama.

O circuito 3, com o nome Dona Teté, se estende da RFFSA ao Laborarte, contemplando dois palcos, sendo que um deles será dedicado exclusivamente para programação infantil. O circuito 4, que homenageia Chico Coimbra, tem largada na Casa do Maranhão, passa pela Rua Portugal e termina na Praça Nauro Machado.

Passarela do Samba

Os blocos tradicionais do grupo A levantaram a plateia presente no desfile da Passarela do Samba Chico Coimbra, no sábado (6), no Anel Viário. Em clima contagiante, os brincantes dos 21 grupos dos blocos tradicionais empolgaram o público, que lotou a passarela para assistir ao belo espetáculo das arquibancadas, dos camarotes e da pista. O corredor foi tomado pela mistura das cores, sorrisos e musicalidade durante sete horas de desfile.

Para o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão, as brincadeiras mostram através das suas cores e ritmos a singularidade do nosso carnaval na Passarela do Samba Chico Coimbra. “A ampliação da participação e organização dos blocos é destaque para este carnaval, em que Prefeitura de São Luís e governo do Estado juntos promovem um carnaval de todos. Destacamos também a tranquilidade e a segurança que ocorreu nestes dois dias de evento, que vem sendo prestigiados pelo público”, comentou.

Abrindo os portões da passarela, o desfile começou com a apresentação do bloco da APAE e Boêmios do Ritmo, que não concorriam na disputa principal. Na sequência, Os Gladiadores, Fênix e Os Fenomenais iniciaram as apresentações competitivas entre os blocos tradicionais do grupo A.

Eles foram seguidos do Tradicional Kambalacho do Ritmo, Reis da Liberdade, Os Vampiros, Os Feras, Os Apaixonados, Príncipe de Roma, Originais do Ritmo, Os Diplomáticos, La Boêmios de Fátima, Os Foliões, Os Brasinhas, Os Tremendões, Os Especialistas do Ritmo, Os Fanáticos e Tropicais do Ritmo.

Segurança
 
O que está marcando o carnaval 2016 é a possibilidade de brincar com muita tranquilidade. A segurança está sendo reforçada com 64% policiais militares a mais que no ano passado, nas ruas. Nos circuitos oficiais, são 2.309 policiais em operação e em toda a Região Metropolitana de São Luís, 3 mil homens atuam no patrulhamento ostensivo.

Só no sábado eram aproximadamente 500 policiais fazendo revistas, abordagens e a segurança do circuito. O coronel Pereira, comandante da Polícia Militar, acompanhou tudo de perto. “Nós estamos na rua desde cedo, acompanhando desde os preparativos.

O policiamento está postado no terreno e no período noturno haverá um acréscimo ainda mais forte ao policiamento. Agora, é só ficar de olho para fazer um carnaval tranquilo e com segurança”, explicou o comandante, ao circular pelas ruas da Madre Deus, na noite de sábado.

A atuação da polícia foi elogiada por foliões. A professora Deise Soares enalteceu a segurança nos locais de festa. “Parabenizo o trabalho da polícia militar. Nos sentimos mais protegidos. Passamos 50 anos buscando essa ação da polícia e vemos agora”, afirmou a professora, que curte o carnaval na casa da família, no circuito da Rua do Passeio.

Circuitos do ‘Carnaval de Todos’ reverenciam grandes nomes da cultura maranhense

11Carnaval
“Haja Deus quanta beleza!”. Este verso de um samba enredo que marcou história no carnaval maranhense, apresentado na década de 1970 pela escola Flor do Samba, resume em poucas palavras a inestimável contribuição deixada a cultura e ao carnaval do Maranhão pelas 19 pessoas, cujos nomes batizam os espaços onde será realizado o ‘Carnaval de Todos’, promovido pelo governo do Estado e a prefeitura de São Luís.

A programação da maior festa popular do país, que será realizada até o dia 9 de fevereiro, está distribuída em quatro circuitos, doze palcos e três tendas na programação definida para a capital maranhense. Em cada um dos espaços, o governo do Estado presta uma justa homenagem àqueles que deixaram seu nome gravado na história do carnaval maranhense.

O circuito 1 batizado com o nome de ‘Seu Roseno’, reverencia a memória de Roseno Cruz Amaral um dos mais importantes integrantes do Fuzileiros da Fuzarca, agremiação carnavalescas das mais tradicionais do estado e que em 2016 comemora 80 anos de existência. Este circuito, que contem cinco palcos e uma tenda de tambor de crioula, começa na Vila Gracinha e termina no Largo do Caroçudo, passando pela Praça da Saudade e pelo canto do Cemitério do Gavião.
Carnaval 2
O circuito 2 batizado com o nome de ‘Antero Viana’, homenageia Antero Viana, uma das referências da cultura maranhense. Ele foi o fundador do Boi de Monte Castelo e também participou da fundação da escola de Samba Império Serrano. O circuito 2 inicia na Rua São Pantaleão, passando pelo Largo Santiago e indo até o Ceprama e conta com três palcos.

O circuito 3, com o nome Dona Teté, se estende da RFFSA ao Laborarte, contemplando dois palcos, sendo que um deles é dedicado exclusivamente para programação infantil. Este circuito homenageia Almerice da Silva Santos, a Dona Teté, um dos ícones da cultura maranhense.

Nascida em São Luís em 1924, ela foi aprendiz de Mestre Lauro, criador do Cacuriá, dança que teve origem nos festejos do Divino. Na década de 1980, ingressou no Laborarte para dar aulas de caixa. Posteriormente, fundou seu próprio grupo de Cacuriá e deu uma contribuição importante para difusão deste ritmo no Maranhão. O estilo mais sensual das coreografias tornou-se uma das marcas do Cacuriá de Dona Teté, que ganhou reconhecimento internacional.

O circuito 4, que homenagea Chico Coimbra, tem largada na Casa do Maranhão e encerra na Praça Nauro Machado, passando pela Rua Portugal. Incluindo dois palcos e duas tendas de Tambor de Crioula, o Circuito da Praia Grande é batizado com o nome do estilista e carnavalesco maranhense que conquistou títulos pelas escolas de samba Unidos de Fátima, Flor do Samba e Favela do Samba. Ele atuou também junto a diversos blocos tradicionais.

Além dos circuitos, os palcos onde se apresentarão diversas atrações, todas elas maranhenses, também reverenciam a memória de quem não pode ser esquecido pela história de vida dedicada a construir o carnaval maranhense.

O palco da Vila Gracinha recebeu o nome de Walmir Moraes, fundador do bloco tradicional ‘Os Foliões’, que este ano completa quatro décadas de existência. Referência neste tipo de manifestação cultural genuinamente maranhense, na data de nascimento de Walmir Moraes, 8 de maio, é comemorado o Dia Municipal do Bloco Tradicional.

O palco da Praça da Saudade homenageia o cantor e compositor José Henrique Pinheiro Silva, conhecido popularmente como ‘Escrete’, ele é autor de canções clássicas como ‘Gaiola’ (Bandeira da Liberdade) e ‘Sereia’, que são cantadas com frequência principalmente pelos blocos afros.

O palco do Canto do Gavião reverencia o legado de Henrique Maritiniano Reis, popularmente conhecido como ‘Sapo’, cantor e compositor da velha guarda da Madre Deus, que fez parte dos Fuzileiros da Fuzarca, da Escola de Samba Turma do Quinto e do Boi da Madre Deus.

O palco do Ponto de Fuga foi batizado com o nome de Valdinar, em homenagem a um dos grandes nomes do cenário cultural de São Luís, Valdinar Araújo Reis, fundador do grupo musical Sindicato de Valdinar, um dos mais importantes grupos de pagode do estado.

O palco do Largo Santiago recebe o nome de Dona Celeste e homenageia Maria Celeste Santos. Durante várias décadas responsável pela organização da Festa do Divino na Casa das Minas. Ela deixou uma legado importante para a cultura e a religiosidade negra no Maranhão.

A Casa das Minas é o mais antigo terreiro de Mina de São Luís fundado no século XIX por escravos africanos vindos do Reino de Daomé .
O carnavalesco, o sambista e o folião.

A diversidade da cultura maranhense também se reflete na diferentes maneiras em que cada um dos homenageados nos espaços destinados a festa de Momo no ‘Carnaval de Todos’ deixou seu legado para a maior festa popular do país. O Palco Ceprama homenageia Joãosinho Trinta. Este maranhense foi um dos mais importantes carnavalescos do país, ganhador de títulos por diversas escolas de samba do Rio de Janeiro, principalmente a Beija Flor, pela qual fez uma revolução nos desfiles de carnaval.

O Palco da Praça Nauro Machado é batizado com o nome de palco ‘Bibi Silva’ em homenagem a um dos grandes nomes da música maranhense, pai do cantor e compositor César Teixeira. O Palco da Praça dos Catraieiros recebe o nome de Palco ‘Zé Pequeno’, reverenciado a memória de José de Ribamar Bógea, fundador do Jornal Pequeno e um dos maiores entusiastas do Carnaval, tendo inclusive criado uma coluna no jornal do qual era dono dedicada exclusivamente à folia de Momo.

O palco da Casa do Maranhão é batizado com nome de Magno Cruz, militante do movimento negro e um dos fundadores do CCN (Centro de Cultura Negra do Maranhão) entidade onde foi organizado o mais antigo bloco afro do estado, o Akomambu. O palco do Canto da Cultura recebe o nome de ‘Michol Carvalho’ em reconhecimento ao trabalho de Maria Michol Carvalho, pesquisadora que atuou como responsável pelo Inventário Nacional de Referências Culturais (INRC) dos Blocos Tradicionais.

Os dois palcos situados no circuito ‘Dona Teté’: o Palco Infantil ‘Wagner Alhadef’ e o Palco Adulto ‘Nelson Brito’ prestam homenagens a nomes que fazem parte da história do Laboratório de Expressões Artísticas do Maranhão (Laborate) e também deixaram um legado importante para o carnaval maranhense. Wagner Alhadef foi um artista plástico que atuou durante quase dez anos no Laborarte e teve reconhecimento nacional e internacional. Já o teatrólogo, ator e produtor cultural Nelson Brito foi um dos fundadores do Laborarte, além de ter ocupado os cargos de diretor do Teatro Arthur Azevedo e presidente da Fundação Municipal de Cultural de São Luís.

Saudade, orgulho e tradição

As três tendas de tambor de crioula montadas no ‘Carnaval de Todos’ reverenciam dois mestres desta manifestação cultural tipicamente maranhense, Mestre Leonardo e Mestre Felipe, além de uma das figuras mais carismáticas da Praia Grande: a saudosa dona ‘Faustina’, cujo nome já batiza a praça onde se apresentam diversos grupos de tambor de crioula.

O nome de Mestre Leonardo foi dado à Tenda na Casa do Maranhão como homenagem a este maranhense que se tornou referência na história do Tambor de Crioula. Já o nome de Mestre Felipe, que contribui de forma decisiva para que o tambor de crioula ultrapasse as fronteiras do estado e ganhasse reconhecimento nacional e internacional, foi dado à Tenda da Madre Deus.

A Tenda ‘Faustina’ homenageia Faustina Matilde Pereira, figura muito popular no Centro Histórico de São Luís. Ela era dona de um bar que se tornou referência no local e hoje batiza uma praça onde abatazeiros e coreiras costumam se reunir para as animadas e irresistíveis rodas de Tambor de Crioula, que ecoam pelas ruas do Centro Histórico e dão o tom de singularidade do carnaval maranhense.

Para quem conviveu com algumas das pessoas homenageadas nos palcos, tendas e circuitos do ‘Carnaval de Todos’, o reconhecimento é bem vindo, principalmente para que as novas gerações saibam um pouco da história de quem tanto fez pela cultura do Maranhão.

“Notei que desde o São João do ano passado, o governo do Estado vem promovendo este tipo de homenagem às pessoas que já se foram, mas deixaram um trabalho importante e que precisa ser lembrado sempre”, comenta a cantora Rosa Reis. Ela foi casada com Nelson Brito e também e faz parte do Cacuriá de Dona Teté e atualmente é coordenadora do Laborarte, onde mestre Felipe ministrou aulas de percussão.
Conceição Cabral, filha do mestre ‘Sapo’, outro homenageado, diz que é motivo de orgulho ter o nome do pai que marcou história na Madre Deus, lembrado para batizar um dos palcos do circuito do carnaval maranhense.

Gutemberg Bógea, filho de Ribamar Bógea, herdou do pai a paixão pela folia. Organizador da ‘Bicicleta do Samba’, uma das atrações que agita o pré-carnaval maranhense, ele lembra que o pai sempre manteve o jornal de portas abertas para todas as agremiações carnavalescas.

Para quem foi familiar ou amigo destas pessoas, falar do legado que elas deixaram, embora reforce ainda mais a saudade, que conforme narra uma música de Josias Sobrinho “é traça e estraçalha coração”, também dá um orgulho especial, pois esta homenagem é o justo reconhecimento a quem já garantiu eternamente um lugar cativo no enredo do carnaval maranhense e na memória cultural do estado.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

LADRÕES INVADEM RESTAURANTE E ROUBAM CLIENTES E FUNCIONÁRIOS NA RAPOSA


downloadA insegurança que toma conta da cidade tem deixado a população até mesmo sem as opções de lazer, na tarde deste domingo(10), os clientes e funcionários do restaurante Aventura Rural, localizado na estada da Raposa, passaram por momentos de terror.
O estabelecimento foi invadido por cinco homens armados todos com armas de fogo, que roubaram clientes e funcionários, celulares, dinheiro, joias dos clientes.
Os bandidos também roubaram objetos pessoais dos empregados do estabelecimento comercial, levaram toda renda do dia.
um morador do município de Raposa, conhecido como Norton foi espancado pelos marginais logo após o assalto eles fugiram sem serem identificados.

Briga generalizada no estádio de Raposa.

A Polícia Militar atendeu uma solicitação para acabar uma briga generalizada na tarde deste domingo (11),em Raposa,MA. De acordo com a fonte, a confusão ocorreu por volta das 18:00 no estádio Euclides Gomes da cunhada vila Bom Viver.10559929_493077290895124_8773944076256395522_n
Segundo testemunhas, uns rapazes tinham acabado de participar de um jogo de futebol entre União Brasil e Cruz vermelha que tiveram como adversários a equipe de futebol do secretario de esporte da cidade Enoque.
A confusão foi ocasionada pela falta de seriedade da arbitragem.
O juiz selecionado era o Hildo imediatamente trocaram pelo santos Aguiar amigo do secretário conforme relatou a fonte presente no estádio.
Agrediram o juiz o secretário de árbitro seu pedro reviraram a mesa da mesária.
Segundo o que publicaram internautas em rede social, houve muitas agressões.
De acordo com a Polícia Militar, uma guarnição foi ao local para dispersar a briga, porém a briga já tinha terminado e ninguém foi preso. A PM não afirmou se houve feridos.
Tentamos contato com Enoque Lisboa secretário de esporte de Raposa sem sucesso.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

tradicional ritual de queimação das palhinhas no Alto do Farol Raposa


Em comemoração ao Dia de Reis, celebrado no dia 6 de janeiro, a Comunidade Nossa Senhora da Vitoria, realizou, nesta quarta, a tradicional “Queimação de Palhinhas”, no Alto do farol, às 19h. A queimação encerra a programação de Festividades do Natal.WP_20160106_20_08_41_RawWP_20160106_20_10_04_RawWP_20160106_20_10_13_RawWP_20160106_20_11_59_Raw
Em comunidades mais apegadas às tradições, o processo de desmonte dos presépios de Natal é antecedido pela “Queimação de Palhinhas”, ritual religioso centenário realizado, principalmente no Maranhão.
Homenagem ao Menino Jesus, a “Queimação de Palhinhas” retrata os reis magos em visita ao recém-nascido na manjedoura. Os fiéis vão desmontando os présepios e retirando as palhas de uma planta chamada murta usadas para decorá-los. As plantas são colocadas em um fogareiro, produzindo um aroma agradável. Enquanto isso, são cantadas ladainhas em latim e um hino próprio para a “queimação”. Os fiéis então fazem pedidos para o ano que está começando. Segundo Brayan Verde, muitos fazem o ritual também como forma de pagar promessas.

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Estrada da Raposa é bloqueada com pneus em chamas

A Rodovia MA-202, mais conhecida como Estrada da Raposa, na Região Metropolitana de São Luís, foi interditada nos dois sentidos na manhã desta segunda-feira (4).
A situação parecia mais um protesto de moradores porém, até as primeiras horas desta manhã, não havia nenhum manifestante no local. A pista foi obstruída, próximo à entrada do bairro Pirâmide, com pneus em chamas.
Motoristas que trafegavam pelo trecho se depararam com a estranha situação. Segunda a Polícia Militar, ninguém se manifestou em nome do movimento. Apenas uma moradora relatou sobre a insatisfação com roubos na região. A pista foi liberada por volta das 8h30.
“Ninguém apareceu assumindo autoria. Alguém insatisfeito, por conta da infraestrutura, quis se manifestar fazendo uma linha de pneus e tocando fogo usando gasolina para interditar a via. Mas ele se evadiu”, afirmou.
Uma moradora do bairro confirmou as causas da manifestação. “Tô aqui dando apoio, mas isso aqui é só um alerta. Aqui são três ou quatro roubos bem cedo, só nessa entrada. Já fiz muita reclamação, trouxe reportagem aqui, filmamos o posto da polícia que não tem polícia. Nós somos assaltados 24h. É uma falta de respeito com a comunidade”, afirmou Wanda Araújo Silva, 44 anos.
O protesto terminou por volta das 8h30 e uma das faixas da pista foi liberada para a passagem de veículos. O G1 solicitou ao Governo do Maranhão posicionamento sobre a falta de policiamento e o andamento da obra na estrada da Raposa, mas até a publicação desta matéria não obteve resposta.

Leia mais,http://avozdaraposa.com.br/ 

sábado, 2 de janeiro de 2016

Conheça o roteiro turístico e as belezas naturais de Raposa, MA

Praias e águas mornas são os destinos de muitos turistas da Raposa. Para quem tem um tempo de folga, opções de lazer na Ilha não faltam.



Janeiro chegou e, para muita gente, com ele chegam as tão sonhadas férias. Para quem tem um tempo de folga, opções de lazer na Ilha não faltam. São rios, mangues, praias, uma mistura de biomas que faz do município de Raposa, na Região Metropolitana de São Luís, um dos lugares mais belos do Maranhão e o destino das férias de muitas pessoas.

Dunas e praias com águas mornas recebem o nome de “Fronhas Maranhenses” e, facilmente, atraem turistas como Valdeth Cardoso, que mora em Sergipe há 30 anos e é a segunda vez que vai à Raposa. “É um passeio fantástico! Eu fiquei deslumbrada. O Maranhão, que é minha terra natal, é, realmente, muito bonito”, diz.
As embarcações ficam atracadas na área do Viva Raposa. Nelas, os turistas passeiam pela orla e área de mangue da cidade. Herbert Reis levou a família para a Raposa e aproveitaram juntos o banho no Banco de Sarnambi. “O momento do banho é muito bom, porque fica aquela expectativa de que a gente acha que é fundo. Só que quando a gente entra e fica com 50 centímetros de água e é só tranquilidade”, conta.
Subir na duna não é tarefa fácil, mas a vista, lá de cima, faz o esforço valer a pena. A jornalista Susana Piñol veio de São Paulo para conhecer a Raposa, e se encantou com as belezas naturais do lugar. “É lindo ver essa diferença de biomas, do mangue, depois a gente vem pras dunas e depois tem praia”, diz.
Clique AQUI e assista a reportagem completa da TV Mirante.

CGU detecta atraso de obras na Raposa

Conforme os auditores, as obras estão paralisadas desde o fim de 2012, sem que tenham sido tomadas as providências necessárias.


Fonte: Neto Ferreira


A Prefeitura da Raposa foi alvo da auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU) durante o período de 11 a 18 de setembro de 2015. Foram fiscalizadas a aplicação dos recursos do Programa 1250-Esporte e Lazer da Cidade/Ação 5450 – Implantação e Modernização de Infraestrutura para Esporte Recreativo e de Lazer no município de Raposa.
“O objetivo do trabalho consistiu em avaliar a situação atual do objeto do Contrato de Repasse nº 0279.384-26/2008, firmado pelo Ministério do Esporte, representado pela Caixa Econômica Federal – CAIXA e o Município de Raposa/MA, pertinente à construção de uma quadra de esportes coberta, no valor de R$ 314.755,79” afirmou o relatório da CGU.
Segundo a Controladoria, o contrato foi firmado em 2008 para que uma quadra coberta de esporte fosse construída na cidade no valor de R$ 321.352,71, sendo que 195 mil são oriundos da União e R$ 126.352,71 do município. O prazo de conclusão da obra seria até dezembro de 2009, no entanto foi prorrogado por mais 4 anos.
De acordo com a CGU, a construção ficou parada por 2 anos e a União já tinha repassado o montante de R$ 100 mil em julho de 2010 e a Prefeitura só creditou na conta do programa o valor de R$ 53.974 mil dos R$126 mil.
“Para a execução do objeto contratual a Prefeitura de Raposa promoveu licitação na modalidade Tomada de Preços, sob nº 04/2012, tendo sido declarada vencedora do certame a única empresa participante, J.B. Construções Ltda., CNPJ 07.544.405/0001-30, que firmou contrato com a Prefeitura em 7 de maio de 2012, no valor de R$ 314.755,79, com prazo de execução da obra de 120 dias.”, detectou a CGU.
Conforme os auditores, as obras estão paralisadas desde o fim de 2012, sem que tenham sido tomadas as providências necessárias.
Outro contrato analisado pela Controladoria-Geral foi o nº 263348-35/2008, firmado também entre pela Caixa Econômica Federal, representando o Ministério do Esporte, e a Prefeitura de Raposa, também para a construção de quadra poliesportiva, no valor de R$ 245.053,77.
Foram repassados o montante de R$195 mil pela União e pela administração municipal foram depositados o valor de R$ 50.053,77 . “O prazo de vigência, incialmente previsto para encerrar-se em 30 de dezembro de 2009, foi sucessivamente prorrogado até 30 de setembro de 2013” afirmou o documento.
Segundo a CGU, o contrato foi assinado sob clásula suspensiva que determinou a necessidade de apresentação da documentação técnica de engenharia, de titularidade de área e de licença ambiental prévia, no prazo de 90 dias a partir da assinatura do ajuste. No entanto, não houve a apresentação de tais documentações.
O Ministério do Esporte ainda prorrogou o prazo por mais 120 dias para que o compromisso fosse cumprido. Porém, não foi honrado e contrato foi rescindido. “De acordo com o Ofício nº 1251/2014/GIGOV/SL/SR/MA, de 9 de outubro de 2014, o contrato foi rescindido em virtude do término da vigência contratual, com fundamento no artigo 79, inciso I, da Lei nº 8.666/93”.
Raposa
Raposa 1
Raposa 2
Raposa 3
Raposa 4

domingo, 20 de dezembro de 2015

Cantata Natalina movimenta centro de Raposa

Reunindo vários de grupos de corais, a Cantata Natalina aconteceu, neste domingo (20), a partir das 19hs, em frente à paroquia São Pedro Apostolo ( Avenida principal ),em Raposa.
O espetáculo teve a participação dos corais infantis da Catequese (Matriz), Anjinhos do Senhor da Comunidade (São Conrado),Coral Encanto de Nazaré(Nossa Senhora de Nazaré), Coral Ágape (Pirâmide), Grupo Arte e Louvor(Nossa Senhora de Nazaré), Coral Nossa Senhora da Conceição(Nossa Senhora da Conceição). 

A Cantata Natalina contou, ainda, com a Banda Rei Davi de Raposa.











quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Remi Trinta participa de confraternização anual com Palmeirandenses.

DSC_7069
Aconteceu no último domingo (06), na Associação dos Servidores da Policia Civil do Estado do Maranhão (ASPCEMA) a confraternização anual dos moradores do Município de Palmeirândia residentes em São Luís. Idealizada por um grupo de amigos, entre eles, Dr. Remi Trinta, Anderson, Orlando, Sargento Dias, Luís Alfredo, Eliberto ex prefeito de Palmeirândia, Luis França,  o encontro tem o objetivo de reunir moradores do município de Palmeirândia na Capital maranhense em uma grande confraternização. Esse ano além de promover o reencontro dos amigos, foi discutido informalmente ações para nortear os rumos do município de Palmeirândia.
DSC_7079
Presente na confraternização, o ex-deputado Remi Trinta fez questão de passar nas mesas cumprimentando as pessoas. Ao falar aos presentes, ele destacou que esse evento já faz parte do calendário do município, pois é também uma forma de diálogo entre os moradores de Palmeirândia. “É um dia de entretenimento de confraternização, e também uma oportunidade para refletimos sobre o destino da nossa terra, conversar com os munícipes, sobre a missão, os desejos e perspectivas do que eles anseiam. E em última análise, o que queremos e que a nossa terra encontre caminhos que possam levar a felicidade da nossa gente”, disse Remi.
DSC_7053
Ainda falou da importância de todos estarem reunidos com um só sentimento. “A presença de todos reunidos por Palmeirândia representa o sentimento de esperança, que o dia de hoje foi melhor do que o de ontem e o amanhã será bem melhor que o hoje. Assim teremos uma cidade mais justa, socialmente falando, pois passamos do campo das intenções para o das realizações”, enfocou Remi trinta.
Ao final da  confraternização foram entregues bolas, medalhas e  troféus, aos campeões do campeonato de futebol   que  que teve como destaque  time da cidade de Palmeirândia.

domingo, 6 de dezembro de 2015

Festejo de Nossa Senhora da Conceição

Uma das maiores festas religiosas da Raposa já se aproxima do seu final. O festejo de Nossa Senhora da Conceição, que teve início no dia 04 de dezembro se encerra no dia 08.
WP_20151206_21_43_47_Pro[1]
Nesta sexta-feira (04/12),foi celebrada a missa pelo Arcebispo Auxiliar Dom Esmeraldo, uma multidão de fiéis e devotos de todas as partes do município de Raposa estavam presentes.
Padre
A celebração de encerramento nesta quarta-feira terá como celebrante padre Reginaldo Costa, paróco da Paróquia São Pedro.
WP_20151206_21_46_20_Pro[2]
Quem esteve abrilhantando os festejos de Nossa Senhora da Conceição, foi a dança portuguesa Imperatriz de Lisboa, também alguns grupos locais.

PRB reúne novos Filiados e lideranças de toda Raposa

WP_20151205_20_02_13_Pro[1]
Na noite deste sábado (05), aconteceu na residência do ex-prefeito Onacir Paraíba , uma grande festa de filiação de novos membros e com todas as lideranças, e a presidente do PRB em Raposa.
A reunião foi conduzida pelo presidente Estadual, Deputado Federal, Cleber Verde que abriu o diálogo com os Novos filiados, pedindo que nestes próximos quatro anos, ninguém descanse, e a meta é o crescimento do PRB em todo o Estado.

O PRB hoje é uma referencia em crescimento a nível nacional, e todos precisam entender isso. Seremos em breve um dos Partidos mais forte deste País. Todos farão parte desta história vitoriosa. Ninguém chega a lugar nenhum só, referendou a presidente do PRB Municipal de Raposa, Ociléia Fernandes .
WP_20151205_19_28_19_Pro[1]
WP_20151205_20_09_09_Pro[1]
Dep. Cléber Verde, Ociléia Fernandes e Dep. Ana do Gás

Quem também esteve presente na festa para desejar as boas vindas aos novos filiados do PRB foi a Deputada Ana do Gás.
"No dia 25 de agosto desde ano, o PRB completou 10 anos de existência. Para tanto foi planejado um grande encontro para Filiação, visando o fortalecimento do partido e pré-lançamentos de candidaturas em Raposa”, disse a Deputada.


Representando o PRB do Município de Raposa, Ociléia Fernandes, que adiantou que vai estruturar cada vez mais o partido na Cidade com objetivo de lançar em 2016 candidatos a Vereadores, e discutir numa mesa a chapa majoritária.





quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

100% Loucos por Jesus


Governo abre seletivo classificatório para ingresso de estudantes na 1ª série do Ensino Médio

Estão abertas, até a próxima segunda-feira (13), as inscrições do seletivo classificatório para ingresso dos estudantes na 1ª série do Ensino Médio nas escolas do Sistema Público Estadual de Ensino nos municípios de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Raposa, Balsas, Caxias, Timon e Imperatriz, para o ano letivo de 2016.

O seletivo classificatório está aberto aos estudantes do último ano e concluintes do Ensino Fundamental dos sistemas público e particular de ensino.

A classificação dos candidatos acontecerá mediante a realização de provas abrangendo os conteúdos dos componentes curriculares de Língua Portuguesa e Matemática do Ensino Fundamental. A meta é preencher as vagas oferecidas para a 1ª série do Ensino Médio Regular e Ensino Médio Integrado à Educação Profissional; Ensino Médio (I Etapa - Educação de Jovens e Adultos) e Ensino Médio (Educação de Jovens e Adultos Profissionalizante).

As inscrições, que são gratuitas, podem ser feitas no site da Secretaria de Estado da Educação (www.educacao.ma.gov.br), no link matrículas abertas.

O cartão de confirmação, com local da prova, será entregue pelos correios no endereço informado no ato da inscrição, no período de 18 a 22 de dezembro. As provas serão realizadas no dia 10 de janeiro. O resultado será divulgado no dia 15/01.

Para os estudantes com dificuldade de acesso à internet, a Seduc disponibilizará 12 pontos de apoio para a realização da inscrição on-line. Os pontos funcionarão, em São Luís, nas escolas CE Domingos Vieira Filho, no Maiobão; CE São Cristóvão, no São Cristovão; CE Cidade de São Luís, na Cohab; U.I. Sagarana II, Alemanha; U.I. Professor José Nascimento de Morais, Vinhais; CE Nerval Lebre, Camboa; e no Liceu Maranhense, Centro.

No interior, os pontos estarão instalados no Núcleo de Tecnologia Educacional, URE de Balsas; CE Padre Fábio Bertagnolli, Balsas;  Núcleo de Tecnologia Educacional, URE de Imperatriz;  Núcleo de Tecnologia Educacional, URE de Caxias; CE Inácio Passarinho, Caxias;  Núcleo de Tecnologia Educacional, URE de Timon e o Núcleo de Tecnologia Educacional, URE de Viana.

Os alunos que estão concluindo o Ensino Fundamental em escolas do Sistema Estadual, com oferta de Ensino Médio, não precisam fazer o seletivo, caso desejem permanecer na mesma escola. Se optar por outra escola, terá que fazer o seletivo classificatório.  Outras informações estão disponíveis no edital do seletivo, no site da Seduc.

Ano Letivo/2015

O ano letivo de 2015 no Sistema Estadual de Ensino encerra no dia 30 deste mês, com exceção de algumas escolas que passaram por intervenções na rede física ou precisaram ajustar o calendário escolar.

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

SPCI prende traficantes e apreende armas, drogas e munições em Tutóia

A Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), por meio da Delegacia de Tutóia, realizou, nesta sexta-feira (27) a segunda fase da “Operação Varredura”, na zona rural do município.

A ação contou com apoio de 25 homens das policias civis de Araioses, Brejo, Magalhães de Almeida, São Bernardo, Santa Quitéria e militares de Araioses, Paulino Neves e Tutóia.

De acordo com o delegado Bruno Madson Marques Moura, titular do Distrito Policial de Tutóia, a investigaçã já vinha sendo realizada há dois meses.

“A investigação durou dois meses. A deflagração dessa operação só foi possível por causa do recebimento de denúncias anônimas”. Ainda segundo o delegado, “o apoio dado pelos colegas policiais da cidade e de cidades vizinhas foi essencial para o sucesso da ação”.

Durante a operação, foram presos Francisco Eudes Martins, por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo; José Ribamar Pereira Nascimento, por tráfico de drogas; Francisco Figueiredo, por posse irregular de arma de fogo e Raimundo Nonato, por comércio de munições.

Todos permanecem à disposição da justiça na Delegacia de Tutóia.


O delegado Bruno Madson disse que o suspeito de tráfico José Ribamar Pereira chegou a empreender fuga ao perceber que as viaturas se aproximavam de sua casa, que funcionava como ponto de venda de drogas.

Ele foi alcançado e capturado pelos policiais. Além das prisões, a polícia conseguiu apreender dois revolveres calibre 38, seis espingardas, munições, drogas e balança de precisão.

Na primeira fase da operação, realizada na quarta-feira (25), os policiais prenderam dois comerciantes que vendiam munições no município.

Os dois possuíam estabelecimentos fixos no bairro Barra e na região central.

O superintendente de Polícia Civil do Interior, Dicival Gonçalves, disse que operações como esta acontecem frequentemente em todo o estado.

“Essas operações são rotineiras no interior do Maranhão e de fundamental importância para o combate à criminalidade”.  

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Remi Trinta se reúne com juventude para discutir futuro do município de Palmeirândia.


Discutir ideias e propostas que possam levar o município de Palmeirândia ao crescimento, fomento na qualidade de vida e ao protagonismo no cenário  estadual foi o objeto do encontro que o ex-deputado federal Remi Trinta promoveu na última quarta-feira (18) em seu gabinete. Junto à juventude do município foram debatidas ações para nortear os rumos do município nos próximos quatro anos.

Segundo o ex-deputado Remi Trinta, e preciso debater a situação que hoje vive o município. 

“Esses jovens me procuraram preocupados com a situação que o município de Palmeirândia vive hoje, e tenho alertado para a necessidade da busca da unidade das forças politicas para esse objetivo. É necessário que debatamos, para chegarmos a uma pauta que venha trazer ações afirmativas ao município”, disse Remi Trinta.

Remi ainda falou de suas pretensões politicas, onde afirmou de sua sensibilidade quanto ao município. “Tenho orientado buscar nomes mais jovens, mas tenho sensibilidade quanto a minha terra. O foco aqui é o município de Palmeirândia, seu desenvolvimento. Futuro politico é consequência do que o povo do município escolher. Acredito que todos receberam esta mensagem com alegria e saíram confiantes para seguirmos crescendo juntos pelo bem de Palmeirândia”, afirmou Remi Trinta.

Nessa reunião também foi discutida a confraternização que ocorrerá dia 06 de novembro, onde ocorre anualmente tendo como base a juventude e os desportistas do município. “Essa será uma oportunidade para nos confraternizamos e também discutimos a situação do nosso município. Já faço o convite a todos de Palmeirândia a estarem conosco”, comentou o ex-deputado Remi Trinta.

O Encontro contou ainda com a presença de diversas lideranças entre elas Orlando que muito já prestou assistência ao município. “Essa é uma ótima oportunidade para discutimos o futuro do nosso município. A juventude é a força do nosso município. Estou confiante por dias melhores”, disse Orlando.






SAIBA QUEM SÃO OS PIORES DEPUTADOS ESTADUAIS DO MARANHÃO


Esses seis deputados que aparecem na foto em cima, são considerados pela imprensa de forma geral, como os piores parlamentares que Assembleia Legislativa do estado do Maranhão tem.
Muitos considerados os mais faltosos, inexpressíveis e pouco atuantes. São eles: Carlinhos Florêncio; Edson Araújo; Francisca Primo; Hemetério Weba; Josimar de Maranhãozinho; Paulo Neto.
Deputados igual a esses não representa o povo do Maranhão.

Fonte: blogdokielmartins